8.7.14




 photo Laprincesseaupetitpois_zps9e958ffe.jpg



Não te ofenderei com poemas

Param os meus olhos quando penso em ti
Não farei do meu remorso um canto

Com árvores e céus mas sem poemas
Demasiado humano para poder ser dito
O teu mundo era simples e difícil
Quotidiano e límpido.



Sophia de Mello Breyner Andresen
Imagem: La princesse au petit pois




3.7.14



I'm moving on
I hope you're coming with me, cause I'm not strong without you
don't blame it on your shadows, cause I know all about you





Shadows, Au Revoir Simone



1.7.14

devagar
 photo devendra_zps61d4f3d1.jpg

Nada entre nós tem o nome da pressa.
Conhecemo-nos assim, devagar, o cuidado
traçou os seus próprios labirintos. Sobre a pele
é sempre a primeira vez que os gestos acontecem. Porém,

se se abrir uma porta para o verão, vemos as mesmas coisas -
o que fica para além da planície e da falésia; a ilha,
um rebanho, um barco à espera de partir, uma palavra
que nunca escreveremos. Entre nós

o tempo desenha-se assim, devagar.
Daríamos sempre pelo mais pequeno engano.


Maria do Rosário Pedreira
Imagem de autor para mim desconhecido: Ana Kras & Devendra Banhart


21.6.14

my baby does the hanky panky

 photo eec5aaca-798c-4ec2-bfe1-08ccd774b191_zpsaf549261.jpg

fotografia: filipa alves





Coffee, Sylvan Esso



"Every single person said the same thing: give it up. But I have some sort of built in insanity so I never stopped. I didn’t give it up."


 photo 487c7bfb-0161-4af9-8bdb-9c662dbaee86_zps91faf6c3.png


 é isso que tenho, explica tudo: some sort of built in insanity. thanks very many much sir mike!



entrevista aqui.

12.5.14




I sleep in late, another day
Oh what a wonder, oh what a waste.
It's a monday, it's so mundane
What exciting things will happen today? 







Avant Gardener, Courtney Barnett





7.5.14







 photo adimmartiolsaydi.jpg


Olho-te pelo reflexo
Do vidro
E o coração da noite

E o meu desejo de ti
São lágrimas por dentro,
Tão doídas e fundas
Que se não fosse:

o tempo de viver;
e a gente em social desencontrado;
e se tivesse a força;
e a janela ao meu lado
fosse alta e oportuna,

invadia de amor o teu reflexo
e em estilhaços de vidro
mergulhava em ti.


Ana Luísa Amaral
Imagem: adimmartiolsaydi



10.2.14



I want the whole damn world
to come dance with me





Man on Fire, Edward Sharpe & The Magnetic Zeros



 photo CristinaAltieri.jpg



Eu só de luz me sustento
de corpos, rostos irradiantes.
Chega de coisas baças.
Mas adiante.

Apenas quero das horas
o instante
a cada instante.


Helga Moreira
Imagem: Cristina Altieri

e plantar bolbos






 photo ok.jpg

20.11.13


snow white, it's gonna be all right. it's gonna be all right.


   


 Hey, Snow White, Destroyer


12.11.13





 


Mas, afinal, quem sou eu, esta pessoa que se encosta ao portão e observa o nariz do cão que a acompanha? Às vezes penso (ainda não cheguei aos vinte) que não sou uma mulher, mas antes a luz que incide neste portão, no solo. Por vezes, penso ser as estações do ano, Janeiro, Maio, Novembro; a lama, o nevoeiro, a alvorada. Não posso ser empurrada para o meio dos outros sem me misturar com eles. Contudo, apoiada ao portão, sinto um peso que se formou junto a mim e me acompanha.


Susan in As Ondas, Virginia Woolf



17.10.13






 photo true_zps1002799b.jpg





14.10.13


summer ending







 Slowly, Max Sedgley



28.9.13


mas levo comigo tudo o que recuso


 photo m_zps47bf10e8.jpg 



De um e outro lado do que sou,
da luz e da obscuridade,
do ouro e do pó,
ouço pedirem-me que escolha;
e deixe para trás a inquietação,
a dor,
um peso de não sei que ansiedade.


Mas levo comigo tudo

o que recuso. Sinto
colar-se-me às costas
um resto de noite;
e não sei voltar-me
para a frente, onde
amanhece.



Nuno Júdice

Imagem: Mark Borthwick