5.11.07



Ah, que me metam entre cobertores,
E não me façam mais nada!...
Que a porta do meu quarto fique para sempre fechada,
Que não se abra mesmo para ti se tu lá fores!

Mário de Sá-Carneiro

5 comentários:

awake disse...

bela conjugação, sim senhora! :)

Andreia disse...

é uma boa sugestão
existem momentos que penso assim
mas depois penso o contrário
continuo volátil a estas passagens de tempo*

menina tóxica disse...

awake, não é? o doinel naquela brancura toda eheh

andreia, o que vale é que isto passa :)*

menina limão disse...

esta era uma das imagens que ia usar no paralelo léaud/garrel. :)

mas depois não encontrei na net a imagem do garrel no chansons d'amour que lhe corespondia. :(

menina tóxica disse...

pois é! o teu menino também aparece lá no meio dos lençois branquinhos.

eu adorava saber fazer aqueles film stills. há tantas imagens que gosto e não encontro.