4.1.08

Na verdade, o senhor da ASAE na noite da passagem de ano estava a pensar em Álvaro de Campos:

depois de amanhã, sim, só depois de amanhã
levarei a manhã a pensar
em depois de amanhã
e assim será possível,
mas hoje não, hoje nada, hoje não posso...

e a ouvir na sua cabecinha Rádio Macau (e não alguma música brasileira típica da passagem de ano):

amanhã talvez seja a valer
hoje é a brincar

enquando fumava o seu cigarro maravilha.

9 comentários:

Ana disse...

LOL!

e talvez o António Variações: "bem podias fazer hoje, porque amanhã sei que voltas a adiar".


****

menina tóxica disse...

ó ana, só tu para me acompanhares o devaneio eheh

Happy and Bleeding disse...

ahahahaha mas que espirituosa anda a menina :P

há uns anos fiz uma coisa parecida, mas já está perdida no fundo do baú! :)

*

lebredoarrozal disse...

:)

menina tóxica disse...

happy: oh, é melhor dar-me para isto. assim controlo o ódio crescente pelo senhor e sua companhia :p


olá menina lebre :))

Abssinto disse...

Sim sim, deve ter sido mesmo isso...

bj

menina tóxica disse...

ó abssinto então não foi? via-se logo pela cara do senhor ;)*

Tinta no Bolso disse...

de longe, de muito longe, o melhor relato que já vi da situação


:-)

menina tóxica disse...

eheheh ;)